segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Pouca gente realmente é melhor que a maioria

O gênio é, por definição, uma coisa rara – estatisticamente falando, é muito mais provável que você (ou eu, ou a pessoa ao seu lado, ou o seu chefe) seja parte da multidão de medíocres do que da elite genial. Não é difícil entender o motivo: imagine que você vai escolher um jogador de futebol ao acaso, dentre todos os profissionais que já atuaram no esporte em todos os tempos. Há muito mais chance de sair um perna-de-pau qualquer do que o Pelé. (Leia mais na coluna Olhar Cético da Revista Galileu)

domingo, 26 de janeiro de 2014

O mentiroso honesto


As cartas acima representam, pela ordem, James Randi, Harry Houdini, Martin Gardner, Carl Sagan, Isaac Asimov e a dupla Penn & Teller. São algumas das figuras do "baralho cético" que recebi como brinde pela minha participação no crowdfunding do documentário An Honest Liar, uma biografia de Randi, que deve estrear neste ano.Além dos astros do ceticismo acima, outras figuras trazem importantes mágicos e cientistas. Uma das rainhas é Harriett Hall, por exemplo. Eu não estaria fazendo o trabalho que faço hoje se não fosse pelo livro Flim-Flam!, de Randi, especialmente com sua denúncia do "jornalismo irresponsável" no capítulo sobre ufologia, então achei que colaborar com o filme era o mínimo que poderia fazer.

Há um trailer do documentário disponível no YouTube: