Postagens

Mostrando postagens de Julho 14, 2013

Efeito gaveta e pesquisas em animais

Uma grande frustração da pesquisa biomédica é o fato de que a maior parte dos resultados positivos documentados em testes com animais acaba não se traduzindo em tratamentos para seres humanos. Há uma piada corrente de que a ciência já sabe como dar juventude eterna e imortalidade aos camundongos, mas para o resultado chegar aos seres humanos ainda vai demorar um pouco...

Hipérboles à parte (mesmo se fosse verdadeira, a piada ignora as multidões de camundongos "voluntários" mortos no processo), o fato é que, de acordo com uma estimativa recente citada pelo Chronicle of Higher Education, apenas 11% das drogas que entram em testes em seres humanos acabam liberadas para uso comercial. Mas, se chegam a ser testadas em seres humanos, é bem provável que se tenham mostrado promissoras em animais. Onde está o gargalo?

Um problema, óbvio, é que gente é gente, bicho é bicho. Não seria mesmo esperado que tudo o que funciona em animais também funcionasse em pessoas. Ainda assim, uma taxa…

Há 44 anos, nesta data...