E, apresentando: o Universo



A Nasa divulgou um mosaico de imagens, feitas pela sonda Wise, cobrindo todo o céu. Em outras palavras, trata-se de uma foto completa do Universo observável -- dentro, claro, do poder de definição da Wise, e em infravermelho, que é a faixa do espectro que a sonda foi construída para cobrir. Acho que clicando na imagem dá para ampliar. Se não, há uma versão completa, com zoom, aqui.

De acordo com a nota divulgada pela Nasa, "pequenos objetos móveis", como asteroides e planetas, foram removidos da imagem, para não poluir o efeito geral. A grande faixa brilhante no centro é, como talvez já tenha dado para desconfiar, o plano da Via-Láctea, a galáxia da qual fazemos parte, olhando-se na direção de seu centro.

Abaixo, uma versão legendada da imagem (em tamanho original, aqui):


Só para dar uma ideia de escala: tem um pontinho mixuruca marcad perto do canto direito da imagem com a legenda "Thor's Helmet" ("Capacete de Thor"). Trata-se de uma nuvem de gás em expansão, soprada por uma estrela extremamente quente localizada em seu centro. Essa nuvem tem 30 anos-luz de diâmetro, o que é umas oito vezes a distância entre o Sol e a estrela mais próxima, Alfa Centauri. A distância entre a Terra e o Sol é de 8 minutos-luz.

Abaixo, uma foto mais detalhada do "Capacete" (versão completa, aqui). Não se esqueça de que a cintura dessa mancha de pó é oito vezes maior que a distância que nos separa da estrela mais próxima:


Pense nisso da próxima vez que estiver se sentindo o centro do Universo.

Comentários

  1. Em verdade vos digo que viagens a dimensões distantes nunca poderão ser feitas
    com equipamentos e nem seria possível transportar vossas massas orgânicas/biológicas.
    A força mais poderosa e rápida do Universo é o pensamento racional,
    independente da espécie e da origem. Logo, digo-vos...
    somente vosso pensamento (memória) poderá ser deslocado no espaço
    e no tempo, como vós já fazeis primitivamente com vossas lembranças
    e sonhos... exemplo, ao vos recordar de um lugar onde já estiverdes,
    teoricamente vós conseguis 'viajar' no espaço/tempo. Lembrai-vos que
    a menor distância entre dois pontos é ZERO, agora, desenvolvam suas fórmulas
    e equações baseadas nesta nova ciência que vos apresento. A resposta está em vosso cérebro.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

"Fosfo da USP" volta a dar chabu em testes oficiais

Baleia ou barriga?

O financiamento público da pseudociência